Umbigo e cicatriz - Abdominoplastia - Abdominoplastia - Master Health

Abdominoplastia

Melhore o contorno abdominonal eliminando o excesso de gordura

Ligue e tire suas dúvidas

(11) 3372-1900

Atendimento de segunda à sexta:
9h às 19h | Sábado 9h às 15h

Umbigo e cicatriz - Abdominoplastia

A abdominoplastia é uma das cirurgias plásticas mais buscadas, uma vez que remodela a silhueta e pode corrigir a incômoda “barriguinha” que assombra homens e mulheres. Apesar dos resultados positivos, é comum os pacientes temerem as futuras cicatrizes, naturais em qualquer intervenção cirúrgica.

Na técnica de abdominoplastia, a incisão para remover as sobras de pele é feita acima da linha dos pelos pubianos, em formato de semicírculo, como a de uma cesariana, um pouco mais extensa lateralmente. Uma vez feita a incisão, o cirurgião plástico remove os excessos da região abdominal, proporcionando um novo desenho ao contorno corporal.

O tamanho que a cicatriz da abdominoplastia pode obter depende de fatores como localização dos excessos, bem como da quantidade de tecido que será retirada. Normalmente, o formato da cicatriz da abdominoplastia representa uma linha próxima à região pubiana que se estende ao longo do quadril, facilmente camuflada sob trajes íntimos ou de banho. 

Existem casos em que, por falta de elasticidade da pele, o cirurgião utiliza outro modo de incisão. O chamado “T” invertido se caracteriza por um pequeno traço vertical para complementar a incisão inferior, possibilitando que a pele fique com aspecto natural. A necessidade da cicatriz em formato “T” invertido se deve à anatomia do abdome de cada paciente, além da elasticidade da pele, o que não deve ser interpretado como o resultado de todas as cicatrizes de abdominoplastia.

Outra preocupação recorrente entre pessoas que desejam se submeter à abdominoplastia é em relação ao umbigo. Só é necessário o reposicionamento do umbigo nos casos em que a remoção de pele é muito grande e se deseja um resultado estético melhor. Quando o umbigo é refeito, a cicatriz fica localizada dentro da cavidade umbilical, ou seja, não fica visível.

A recuperação e cicatrização completa da pele é um processo que passa por etapas e requer a paciência do paciente. Na primeira etapa é comum que ela fique alargada e sua tonalidade passa por um escurecimento. O clareamento se dá de modo gradual e após o décimo segundo mês a tonalidade fica bem próxima da coloração restante da pele. A cicatrização causa preocupação nos pacientes, mas é um processo natural e gradativo, logo nenhuma avaliação de resultado final pode ser dada antes do décimo oitavo mês.

É importante!

Cadastre-se para receber informações.

* Lembre-se: a consulta é fundamental. Obrigado por se cadastrar.

Telefone: 11 3372-1900 | Av. Paulista, 491 conj. 73/74 - 7º andar - Cerq. Cesar - SP - CEP 01311-000